Sexto dia da Aventura 17

Hoje acordamos no Moto Livre Club, deu tempo para tudo, preparamos as motos, o nosso amigo Luis Cominho Presidente do Club convidou para beber café.. No café diz para gente visitar o castelo Monsaraz… Lá fomos guiado por ele na sua moto… Depois fomos visitar a praia… Convite para o Almoço de um belo Cozido a Portuguesa…

Lá fomos na bela companhia do Luís e sua esposa… Grande malha… A tarde ia mos para visitar melhor o Alqueva… Agente os 3 em cada moto, mas valeu uma grande molha, ao cair uma grande trovoada, resolvemos voltar para casa do Luís. Passamos o resto da tarde a conviver e a conhecer novos menbros. Acabamos por ir jantar um belo Porco Preto a Granja… Grande malha este casal que ofereceu a sua casa para dormir esta noite o belo descanso. Uma grande amizade que nasceu nesta Aventura sem planeamento… Amanhã voltamos para estrada… Obrigada Luis Cominho por receberes tão bem na vossa casa. RESPECT UM GRANDE MOTO ABRAÇO.

Quinto dia da Aventura 16

Quinto dia não podia começar da melhor maneira… Acordar ao som de vários pássaros, os chocalhos das vacas que andam a solta no meio do Parque Natural Camping Idainha Nova. Arrumamos as coisas e arrancamos em direção Castelo Branco, Portalegre, Arronches (almoço estalagem foi fixe), Elvas, Reguengos de Monsaraz (fomos as compras para o jantar).

Mourão a procura de um parque campismo acabamos por encontra um amigo Pedro quando andávamos perdidos em Mourão… Ficamos a saber que existia ali o Moto Livre Club, ficamos com curiosidade em conhecer… Daí o Pedro ligou para o Presidente do Clube, veio logo ao nosso encontro que ofereceu agente que ficasse no Clube a pernoitar esta noite… Foram fantásticos, já tínhamos jantado aparece o amigo Vice Presidente Joaquim Jordão para fazer companhia e conviver com a gente, acompanhado pela sua esposa e filha… Mas trazia para brindar Vodka, sumo e gelo… Muito bom se fosse combinado não corria tão bem. Um grande Moto Abraço para todos… RESPECT

Quarto dia de Aventura 15

Acordamos em Bragança ao som do Burro… Verdadeiro campismo selvagem… Arrumamos as coisa e arrancamos em direção Praia Fluvial o Azibo de Macedo dos Cavaleiros (terra do meu pai) passagem obrigatória para visita primos, paramos em Macedo dos Cavaleiros para tomar o pequeno Almoço e visita a minha prima Inácia, foi muito bom revela… Depois arrancamos em direção Miranda do Douro, voltamos ver os três motociclistas Espanhóis que encontramos no jantar no restaurante em Bragança… Com algumas paragens em terriolas… Continuamos a tarde a caminho de Castelo Branco ainda paramos para comprar uma nova tenda e mais confortável para o Zéze mas estava tudo esgotado… Começou a ficar tarde… Então resolvemos passar no super mercado para comprar comida… E acabamos por ir passar a noite na reserva natural Idanha a Nova. Parque Campismo… Muito fixe irei voltar…

Dentro do parque encontramos mais dois Motociclistas que andavam a explorar Portugal… Foi uma boa conversa… Quando estávamos a jantar as 23h, tivemos mais uma convidada a pedir jantar, uma raposa com fome mas muito meiga.. Depois do belo vinho e conversas com meu amigo Zé… Fomos a deita, ele estava cansado… LOL

Terceiro dia da Aventura 14

De manhã estava tão bom no parque do Penedo do Gerês que só acordamos as 10h30m da manhã. Espaço muito agradável e simpático. Passeamos pelas estradas do Gerês com animais na estrada, encontramos uma vaca e dois cavalos, fomos obrigados a passar por Espanha… Existia algumas nuvens que andavam assustar com a chuva. Fomos por uma estrada que acabamos por enganar, fomos dar a Braga até parecia que andávamos a fugir da chuva, LOL… Depois na direção a Chaves pela estrada N103… Uma das melhores estradas Nacionais para curvar, acabei por gastar o meu pisa pé nas curvas… Boa para gastar a sola da bota… E raspar o pisa pés… Paramos na Barragem dos Pisões para comer qualquer coisa, com uma paisagem espectacular. Em Chaves tivemos no marco da estrada Nacional2 km ZERO, fomos também visitar e beber uma imperial ao novo Bar KMZERO muito simpático o espaço. Mais tarde voltamos para N103 até Bragança… fomos jantar ao restaurante “O Abel”… Jantar bem regado… Acabamos por acampar ao lado… Verdadeiro Selvagens… Que put@ de vinho… e os CRf estavam a cair bem, mas como responsáveis que somos tentamos dormir ali mesmo no parqueamento do restaurante, mas o empregado deu a opinião que existia um Parque verde com WC aberto mesmo ali a 200m, lá fomos…

Um Moto Abraço…

Segundo dia da Aventura 13

Acordamos com Sol a nascer no parque de Campismo em Coimbra… Foi uma boa solução a última hora… Outro parque Campismo que era para ir, deve ser contra os Motociclistas?…

Arrancamos de manhã em direção ao Furadouro um local muito especial para os motociclistas do Norte, todos os Domingos um ponto de encontro de motos. Acabamos por ficar um bom tempo a petiscar e a ver o nosso Miguel Oliveira…

Direcção ao Porto… (sempre a fuzir do Porto), Vila do Conde, Esposende (paramos para conversar e refrescar) Viana do Castelo uma bela cidade que vale a pena ficar para explorar, com algumas fotos, Caminha ( levei com um pássaro em pleno voo mas eu ganhei… Ele de ter ficado pelo caminho todo tordoado) Valência ainda conseguimos ir ao PingoDoce comprar mantimentos para noite, Melgaso paramos para decidir a onde ir dormir… abastecemos a motos e fomos em direção ao Parque Nacional do Penedo do Gerês (Lamas) montamos as tendas e fizemos o nosso jantar… Amanhã há mais… Com ou sem chuva… Moto Abraço para todos…

Primeiro dia de aventura 12

Tudo começou com uma noite mal dormida… Nos máximos dos máximo dormi 3 horas. Eram 4h da manhã estava fumar um cigarro na varanda estava o meu vizinho do outro prédio a ter sexo bruto, ouvia se ele a dizer ‘found k you’… LOL… De manhã o esperador toca eu continuo a dormir. Levanto as 8h porque o telefone toca.. Na Toca da Doninha tinha uns tantos amigos para se despedir de mim… Ainda foram comigo até ao Cabo da Roca. Depois começou aventura. Circuito… Cabo da Roca. Azenhas do Mar. Mafra. Ericeira. St Cruz. Lourinhã. Peniche:(paramos no Moto Clube de Peniche, malta fixe e com minis frescas… almoçamos na Toca do Texugo um belo linguado… No WC acabei por partir os óculos. Começo bem. Depois continuamos Cabo do Carvoeiro. Óbidos. S. Martinho do Porto. Nazaré. Leiria. Pombal fui arranjar armação para os meus Óculos… Depois como já era tarde arranjei estadia no parque campismo em Coimbra. Aí jantamos e bebemos um belo vinho da Adega Dois Portos ‘Aproximar” nada melhor para beber com os amigos. Até amanhã…

Um Moto Abraço.

O TEMPO DARÁ TODA A VERDADE… É UMA QUESTÃO DE TEMPO…

Depois de algum tempo, você aprende a diferença, a sutil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. E começa a aprender que beijos não são contratos e presentes não são promessas. E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança.

E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão. Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo. E aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam… E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la, por isso. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais.

Descobre que se levam anos para se construir confiança e apenas segundos para destruí-la, e que você pode fazer coisas em um instante das quais se arrependerá pelo resto da vida. Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher. Aprende que não temos que mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam, percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos.

Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa, por isso sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a última vez que as vejamos. Aprende que as circunstâncias e os ambientes tem influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser. Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser, e que o tempo é curto. Aprende que não importa onde já chegou, mas onde está indo, mas se você não sabe para onde está indo, qualquer lugar serve. Aprende que, ou você controla seus atos ou eles o controlarão, e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados.

Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências. Aprende que paciência requer muita prática. Descobre que algumas vezes a pessoa que você espera que o chute quando você cai é uma das poucas que o ajudam a levantar-se.

Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas do que com quantos aniversários você celebrou. Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha. Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens, poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.

Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame, não significa que esse alguém não o ama, contudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso.
Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem que aprender a perdoar-se a si mesmo. Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento condenado. Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte. Aprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás.

Portanto… plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores. E você aprende que realmente pode suportar… que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida!”

O melhor presente que você pode dar a alguém é seu tempo!

O melhor presente que você pode dar a alguém é seu tempo!

Tempo e interesse. Essas são as duas palavrinhas que você tem que gravar na sua mente, colar um post-it na tela do seu computador, ou até mesmo colocar de lembrete no seu celular.

São as duas coisas mais valiosas que você pode dar a alguém. Presente caro como anel da Pandora, pulseira da Vivara, relógio Rolex, sapato Manolo Blahnik, vestido Diane von Furstenberg, carro do ano, ou até mesmo gestos mais simples como flores e chocolates, nada disso chega perto do tempo e interesse que você demonstra as pessoas que gosta.

RC41

%d bloggers like this: